Irmandade de Akasha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Irmandade de Akasha

Mensagem por Merlin em Qui Jul 09, 2015 6:01 am

Irmandade de Akasha



"Esqueça o cristal. Esqueça minha mão. Equilibre-se e seja"

Esfera de Especialização: Mente

Muitos magos ficam perplexos pelo fato desta Tradição, com sua ênfase no desenvolvimento do corpo, acreditar que a Esfera da Mente é superior, mas para a Irmandade de Akasha, mente e corpo são inseparáveis. A disciplina da mente só pode ser alcançada com a disciplina apropriada do corpo que a contém. Infelizmente, grande parte da história da Irmandade de Akasha não viu muito mais do que estereótipos e confusão por parte de seus semelhantes ocidentais.

Á Irmandade de Akasha é uma Tradição antiga e opulenta e suas origens remontam à primeira aldeia, quando a humanidade vivia em harmonia com o Todo Cósmico. Ali, a futura Irmandade aprendeu o Dó com o Dragão, o Tigre e a Fênix Celestinos. Mas o Uno dividiu-se de novo e de novo até ser muitos, e aqueles que formariam a Irmandade de Akasha logo se isolaram em cavernas, preocupados com a perfeição do eu. Seu conflito com a Tecnocracia começou quando os Artífices — aqueles que dependiam de ferramentas — começaram a fortalecer a barreira entre nosso mundo e o dos espíritos.

Milhares de anos atrás, os primeiros Irmãos lutaram contra uma doutrina reencarnacionista que mais tarde viria a se transformar nos Eutanatos. Estarrecidos pelo que eles viam como um culto à morte, os de Akasha começaram uma guerra amarga que durou quase três séculos. Até hoje existe animosidade. Desde então, eles têm hesitado em entrar num conflito a menos que sejam provocados. Contudo, eles estão bem equipados para lutar se for necessário. Os membros dessa Tradição são mais conhecidos por seu profundo conhecimento do Dó, uma proto-arte marcial. A prática do Dó (ou "O Caminho") fortalece o corpo e estimula a mente, aperfeiçoando o ser humano espiritual, mental, física e até primordialmente.

Os mestres dessa Arte são capazes de proezas incríveis, muitas vezes aceitas dentro do paradigma popular, o que raramente atrai o Paradoxo. Através do Dó, os contempladores de Akasha buscam a perfeição e a iluminação, e com isso, os guerreiros de Akasha resistem firmemente à Tecnocracia e outros inimigos.

Entender o Drahma (a lendária 10ª esfera da Tradição) é vital para esta Tradição. Drahma é o círculo do universo, criação e destruição, nascimento e renascimento, passado, presente e futuro, e destino inexorável. Ele é tanto causa-e-efeito quanto ação direta. O Avatar que entende seu próprio Drahma é senhor de seu próprio destino. Através de uma sequência de vidas, o Avatar progride em direção ao domínio do Drahma — e à Ascensão.

Embora esteja firmemente enraizado na Ásia, esta Tradição não é exclusividade de nenhum grupo étnico, nação ou mesmo sexo. Eles recebem coreanos, chineses, indianos e ocidentais do mesmo modo. "Irmão" é um tratamento respeitoso, não um título. Do mesmo modo, as filosofias contemplativas da Irmandade deixaram sua marca no oriente através de formas tão variadas quando o Zen, a ioga e o Taoísmo. O Dó está igualmente disseminado — seus elementos podem ser encontrados em quase todas as artes marcialis.

A alma da Irmandade de Akasha é o Registro Akáshico. O Registro Akashico que recebeu este nome em homenagem a Akasha, o Avatar Ascendente que inventou a escrita e criou o Registro, é a fonte de todo conhecimento e inspiração para os magos de Akasha. Sua forma física é um texto escrito, mas o registro coletivo de todo o subconsciente da
Irmandade reside dentro de um recipiente místiko. Tudo que é vivido por um Irmãovai para o Registro, transformado em símbolos que serão interpretados e contemplados pelos outros. Com isso, os Irmãos de Akasha entendem o passado, vêem os Avatares serem submetidos a manifestações contínuas e se aproximarem da Ascensão.

Focos Comuns: Meditação, cânticos, ou flâmulas de prece, Dô, rituais de purificação (banhos, abstinéncia, unções), armas.

Acólito: Lutadores de artes marciais, sábios budistas, professos de ioga, herboristas

Conceitos: Sábio Errante, Guerreiro Contemplativo, Eremita, Taoísta, Cavaleiro Moderno, Estrela de Filmes de Ação.

Facções:
- Shi - Ren
- Li - Hai
- Kannagara
- Jnani
- Vajrapani
- Wu Lung

Fraquezas:
Os mestres não podem ensinar os mais jovens o que se deve aprender ou onde se pode encontrar aprendizado. Como resultado, a Irmandade perde uma quantidade desproporcional de magos aprendizes devido à simples frustração. A crença altamente individualista da Irmandade - de que todas as pessoas devem encontrar seu próprio caminho - paradoxalmente a impede de fornecer algo além de ferramentas simples aos magos aspirantes


avatar
Merlin
Admin

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/06/2015

Ver perfil do usuário http://mago-a-ascencao.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum